EDITAL DA SELEÇÃO PARA MEDIADORES DE APRENDIZAGEM DO PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO 2017.

ACESSE O LINK DO EDITAL

ESTADO DO CEARÁ
PREFEITURA MUNICIPAL DE NOVA OLINDA

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO
GABINETE DA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, EDITAL Nº 001/2017

EDITAL Nº 001/2017DE SELEÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PARA ATUAREM COMO MEDIADORES DE APRENDIZAGEM E FACILITADORES DO PROGRAMA NOVO MAIS EDUCAÇÃO NO MUNICÍPIO DE NOVA OLINDA/CE.

 

A Prefeitura Municipal de Nova Olinda/CE, através da Secretaria Municipal de Educação torna pública, por meio deste edital, as normas gerais do processo de seleção de voluntários para atuar no Programa Novo Mais Educação como Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores nas 07 (sete) escolas de Educação Fundamental da Rede Pública de Ensino Municipal de Nova Olinda/CE.

 

1. DO PROGRAMA

 

O Programa Novo Mais Educação, criado pela Portaria MEC nº 1.144/2016, é uma estratégia do Ministério da Educação para melhorar a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática no ensino Fundamental, por meio da ampliação do tempo de permanência de crianças, adolescentes e jovens matriculados em escola pública, mediante oferta de educação básica em tempo integral, ampliando a jornada escolar para, no mínimo, 07 (sete) horas diárias. O Programa tem por finalidade contribuir para a:

 

I – alfabetização, ampliação do letramento e melhoria do desempenho em Língua Portuguesa e Matemática das crianças e dos adolescentes, por meio de acompanhamento pedagógico específico;

 

II – redução do abandono, da reprovação, da distorção idade/ano, mediante a implementação de ações pedagógicas para melhoria do rendimento e desempenho escolar;

 

III – melhoria dos resultados de aprendizagem do ensino fundamental, nos anos iniciais e finais;

 

IV – ampliação do período de permanência dos alunos na escola.

 

2. DA SELEÇÃO

 

O presente Edital destina-se a selecionar voluntários para atuarem como Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores do Programa Novo Mais Educação, na forma da Lei nº 9.608 de 18 de fevereiro de 1998 (Lei do voluntariado) a qual determina que as atividades desenvolvidas pelos Mediadores de Aprendizagem e pelos Facilitadores serão consideradas de natureza voluntária, sendo obrigatória a celebração do Termo de Adesão e Compromisso do Voluntário, não gerando vínculo empregatício, nem obrigação de natureza Trabalhista Previdenciária ou afim. O processo seletivo compreenderá a inscrição, análise do currículo, entrevista e chamada dos profissionais.

 

3. DO RESSARCIMENTO DAS DESPESAS DE TRANSPORTE E ALIMENTAÇÃO DOS MEDIADORES E DOS FACILITADORES

 

O Ressarcimento será efetuado para os voluntários Mediadores de Aprendizagem e para os Facilitadores mediante apresentação de Relatório Mensal das Atividades Desenvolvidas em cada turma, podendo o Facilitador e o Mediador de Aprendizagem, assumir até 10 (dez) turmas, de acordo com sua disponibilidade e necessidade da escola.

 

Valor do Ressarcimento destinado ao Mediador de Aprendizagem, 04 horas semanais, por turma.
Quantidade de Turmas Urbana Rural
Valor (R$) Valor (R$)
01 150,00 225,00
Valor do Ressarcimento destinado ao Facilitador, 02 ou 03 horas semanais, por turma.
Quantidade de Turmas Urbana Rural
Valor (R$) Valor (R$)
01 80,00 120,00

 

4. DO PERFIL DOS VOLUNTÁRIOS MEDIADORES E FACILITADORES DE APRENDIZAGEM

 

4.1 De acordo com o Documento Orientador da Educação Básica do Ministério da Educação, as atividades do Programa Novo Mais Educação devem ser desenvolvidas por atores selecionados a partir de critérios pré-estabelecidos, sendo considerado de natureza voluntária;

 

4.2 Considera-se serviço voluntário, a atividade não remunerada, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social;

 

4.3 O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista previdenciária ou afim.

 

4.4 O voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias;

 

4.5 O mediador de Aprendizagem é o responsável pelas atividades de acompanhamento pedagógico, deve trabalhar de forma articula com os professores da escola para promover a aprendizagem dos alunos nos componentes de Matemática e Língua Portuguesa, utilizando preferencialmente, tecnologias e metodologias complementares às já empregadas pelos professores em suas turmas;

 

4.6 O Facilitador é o responsável pela realização das atividades de livre escolha da escola nos Campos das Artes, Cultura, Esporte e Lazer.

 

5. DOS PRÉ-REQUISITOS

 

5.1 Para atuar como Mediador de Aprendizagem e Facilitador do Programa Novo Mais Educação, serão considerados preferencialmente os seguintes requisitos:

 

• Ter disponibilidade de horário para participar de formações, com o técnico responsável pela Secretaria Municipal de Educação;

 

• Ter ciência que são voluntários remunerados com bolsa de incentivo do Governo Federal, acompanhados e mantidos pela escola;

 

• Ser capaz de manter controle sobre o trabalho pedagógico nas turmas que desempenhar todas as atividades descritas no Documento Orientador do Programa Novo Mais Educação;

 

• Ter concluído no mínimo nível médio;

 

• Ter no mínimo 6 (seis) meses de Experiência comprovada na Área da Educação;

 

Parágrafo Único: – Poderá concorrer a seleção de facilitador, pessoa da comunidade, com formação a partir de nível médio, com saberes, competências e habilidades apropriadas para o desenvolvimento das atividades, conforme discriminado no anexo I – parte integrante deste Edital.

 

6.1 DAS ATRIBUIÇÕES

 

6.1 Da Secretaria Municipal de Educação.

 

• Disponibilizar acompanhamento de um técnico para as escolas e Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores;

 

• Nomear Comissão para realizar o processo de Seleção dos Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores através de análise de currículo e entrevista dos candidatos.

 

6.2 Da Escola.

 

• Acompanhar e orientar a prática pedagógica dos Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores, e oferecer apoio pedagógico nos planejamentos, além de recursos e materiais próprios do Programa Novo Mais Educação;

 

• Disponibilizar Espaço dentro e/ou fora da escola (ambientes externos) para a realização das atividades do programa.

 

6.3 Dos Mediadores e Facilitadores de Aprendizagem.

 

• Participar, de forma integral, da formação, do planejamento e da execução das atividades do Programa;

 

• Cumprir carga horária de acordo com as diretrizes e especificidades do Programa;

 

• Ministrar conteúdos previamente preparados utilizando metodologia adequada à faixa etária, conforme orientação do Ministério da Educação e da Instituição Escolar.

 

• Acompanhar o desempenho escolar dos alunos, inclusive efetuado o controle da freqüência, sob orientação do Coordenador.

 

• Elaborar e apresentar mensalmente à coordenação, relatório dos conteúdos e atividades realizadas;

 

• Cumprir com responsabilidade, pontualidade e assiduidade suas obrigações junto ao Programa;

 

• Utilizar metodologias de trabalho que, respeitando a proposta pedagógica da escola, promova a inclusão, a solidariedade, à troca de experiências, a aprendizagem e contribua para a educação integral dos alunos;

 

• Que seja capaz de promover, cotidianamente, a autoestima do educando, no exercício de aprendizagem de direitos e deveres estimulando desempenho excelente de comportamento, disciplina, formação de bons hábitos e compromisso do exercício da cidadania, solidariedade e bom uso de bens comuns.

 

7.1 DAS INSCRIÇÕES

 

7.1 As inscrições serão realizadas na sede da Secretária Básica de Educação de Nova Olinda/CE, localizada à Av. Jeremias Pereira nº 246 – Centro- Nova Olinda/CE, no período de 05 a 06 de Abril do corrente ano das 08h às 17h.

 

7.2 No ato da inscrição o candidato deverá entregar:

• Ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada – anexo II – parte integrante deste Edital;

 

• Currículo padronizado (anexo III) acompanhado de documentação comprobatória;

 

• Fotocópias nítidas dos seguintes documentos: RG, CPF, título de eleitor, comprovante de residência e comprovante de escolaridade;

 

• Comprovação de experiência de no mínimo 06 meses na Área da Educação.

 

• A documentação supracitada não precisa ser autenticada.

 

8. DA REALIZAÇÃO DO PROCESSO SELETIVO

 

8.1 O Processo de Seleção será realizado em duas etapas de caráter eliminatório e classificatório, a saber, Avaliação curricular e documental, e desempenho na entrevista.

 

8.2 A avaliação Curricular Documental terá valor máximo de 100 (cem) pontos, segundo anexo III – parte integrante deste Edital.

 

8.3 A avaliação no desempenho da entrevista terá pontuação máxima de 100( cem ) pontos, seguindo os critérios de experiência profissional, entusiasmo do candidato, afinidade com as atividades para qual está concorrendo, comunicação expressiva, entre outras.

 

8.4 A entrevista será realizada neste dia 07 de abril do corrente ano das 08:00h as 11:00h e das 13:00h às 17:00h na sede da Secretaria Básica de Educação, situada à Av. Jeremias Pereira nº 246 – Centro – Nova Olinda/CE.

 

8.5 A divulgação do resultado final será realizada no dia 10 de Abril do corrente ano na sede da Secretaria de Educação Básica de Nova Olinda/CE e nas escolas que participarão do Programa Novo Mais Educação.

 

9.1 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

9.1 Não serão permitidas inscrições de candidatos que tenham qualquer vínculo empregatício com a prefeitura de Nova Olinda/CE.

 

9.2 Os casos omissos referentes ao processo de seleção serão analisados pela Secretaria de Educação de Nova Olinda/CE, através da Comissão nomeada para realizar o processo de seleção dos Mediadores de Aprendizagem e Facilitadores que atuarão no Programa Novo Mais Educação.

 

Nova Olinda CE, 04 de abril de 2017

 

ANA CÉLIA MATOS DA SILVA PEIXOTO

Secretária Municipal de Educação

 

ANEXO I

 

ATIVIDADE EMENTA
Acompanhamento Pedagógico Instrumentação metodológica para ampliação das oportunidades de aprendizado dos estudantes, com foco na aprendizagem do aluno em:

1. Acompanhamento de Língua Portuguesa: orientação de estudos de leitura, escrita, alfabetização e letramento.

2. Acompanhamento em Matemática.

Artesanato O artesanato enquanto manifestação popular permitirá a criação de objetos utilitários feitos manualmente. Partindo dos conhecimentos e saberes locais, a técnica deve ser percebida enquanto elemento cultural vivo nas comunidades, pois é passada de pai para filho. O artesão expressa em sua arte, uma espontaneidade ingênua, suas crenças, tradições e saberes, manifestando experiências e visão de mundo, a partir de suas produções artesanais concebidas na arte popular regional de determinado território. O mosaico e suas possibilidades.
Atletismo Apoio as práticas esportivas para o desenvolvimento integral dos estudantes pela cooperação, socialização e superação pessoal e coletivo, proporcionando assim à promoção da saúde.
Cineclube Produção e realização de sessões cinematográficas, desde a curadoria a divulgação (conteúdo e forma), técnicas de operação dos equipamentos e implementação de debate. Noções básicas de distribuição do equipamento no espaço destinado a ele, de modelos de sustentabilidade para a atividade de exibição não comercial e de direitos autorais e patrimoniais, além de cultura cinematográfica – história do cinema, linguagem cidadania audiovisual.
Dança Organização de danças coletivas (regionais, clássicas, circulares e contemporâneas) que permitam apropriação de espaços, ritmos e possibilidades de subjetivação de crianças e jovens. Diferentes estilos de dança e suas raízes culturais. Promoção da saúde e socialização por meio do movimento corporal no ritmo da dança.
Educação Patrimonial Promover ações educativas para a identificação de referências culturais e fortalecimento dos vínculos das comunidades com seu patrimônio cultural e natural, com a perspectiva de ampliar o entendimento sobre a diversidade cultural.
Futsal Apoio as práticas esportivas para o desenvolvimento integral dos estudantes pela cooperação, socialização e superação pessoal e coletivo, proporcionando assim à promoção da saúde.
Ginástica Rítmica Desenvolvimento de atividades baseadas em práticas corporais, lúdicas e esportivas, enfatizando o resgate da cultura local, bem como o fortalecimento da diversidade cultural. As vivências trabalhadas na perspectiva do esporte educacional devem ser voltadas para o desenvolvimento integral do estudante, atribuindo significado às práticas desenvolvidas com criticidade e criatividade.
Iniciação Música/Banda/Canto/

Coral

Desenvolver a autoestima, a integração sociocultural, o trabalho em equipe e o civismo pela valorização, reconhecimento e recriação das culturas populares.
Leitura Organização de Clubes de Leitura/ Produção Textual – Criação de grupo para prática de leitura em comum, partilhada, inclusive me voz alta e para várias pessoas ao mesmo tempo, compartilhando sentimentos, conhecimentos, interpretações e histórias de leitura. Construção de agenda para criação de grupo, difusão da ideia, escolha dos livros com atenção para a diversidade das temáticas, definição do nome do grupo, sessão de debate. Contos. Literatura de Cordel.
Pintura Desenvolvimento intelectual, por meio do ato de criação, emocional, social, perceptivo, físico e estético, tendo como direcionamento a pintura como arte. Estudo teórico e prático da linguagem pictórica. Utilização de técnicas tradicionais, contemporâneas e experimentais das formas de pintura. Conhecimento e apreciação de obras clássicas e contemporâneas de pintura.
Voleibol Apoio as práticas esportivas para o desenvolvimento integral dos estudantes pela cooperação, socialização e superação pessoal e coletiva, proporcionando assim à promoção da saúde.

 

ANEXO II

FICHA DE INSCRIÇÃO

 

• DADOS PESSOAIS

 

NOME:____________________

 

DATA DE NASC: ____/____/_____ SEXO: ( ) Masc. ( ) Fem.

 

ENDEREÇO:______________

 

BAIRRO:___________CIDADE/UF:______________.

 

CEP:________ TELEFONE:_________

 

EMAIL: ______________ CPF:__________________

 

RG: _____________. ORG. EXP: _____________

 

TÍTULO DE ELEITOR: ____________ ZONA:_______. SEÇÃO:______.

 

•FORMAÇÃO PROFISSIONAL

 

ENSINO MÉDIO COMPLETO: ( ) SIM ( ) NÃO

 

INSTITUIÇÃO:___________________

 

GRADUAÇÃO: ( ) COMPLETA ( ) INCOMPLETA

 

CURSO:______________________.

 

INSTITUIÇÃO: __________________________.

 

GRADUAÇÃO INCOMPLETA (semestre): ___________________.

 

•ATIVIDADE DE OPÇÃO DO CANDIDATO

 

OPÇÃO 1: _____________________;

 

OPÇÃO 2:__________ ______________.

 

Nova Olinda/CE, ____ de ________ de 2017.

_________________________

Assinatura do (a) Candidato (a)

 

ANEXO III

MODELO DE CURRÍCULO

DADOS PEASSOAIS

 

NOME COMPLETO
DATA DE NASCIMENTO: SEXO:
ENDEREÇO:
BAIRRO: CIDADE: UF:
TELEFONE/CELULAR:
ESTADO CIVIL: CPF: RG:
E-MAIL:
FILIAÇÃO:
FORMAÇÃO/TITULAÇÃO (30 PONTOS): Ensino Médio – (15 pontos) Ensino Superior Incompleto – cursando (05 pontos) – Ensino Superior Completo (10 pontos)
CURSOS EXTRACURRICULARES (30 PONTOS)
•Curso de até 20 horas (05 pontos)
•Curso de até 40 horas (10 pontos)
•Curso acima de 80 horas (15 pontos)
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL – (40 PONTOS) – 10 pontos a cada 06 meses comprovados.
Publicado por:
Francisco Herbert Alves Cordeiro
Código Identificador:AA959B30

Matéria publicada no Diário Oficial dos Municípios do Estado do Ceará no dia 05/04/2017. Edição 1666
A verificação de autenticidade da matéria pode ser feita informando o código identificador no site:
http://www.diariomunicipal.com.br/aprece/

Artigos Relacionados:

Os comentários estão fechados.